11/04/2015

Mal me quer...?

 ... bem me quer; mal me quer; bem me quer; mal me quer.
 Eu sabia que não deveria me importar com o que uma flor me mostrava, mas era a terceira vez seguida que eu despedaçava uma margarida e a última pétala saia com um "mal me quer".
 É claro que eu tinha que me convencer de que aquilo não fazia sentido. Mas e se fizesse? Talvez ele realmente não me queria. Ou melhor dizendo, mal me queria.
 Era medo o que eu estava sentindo. Medo de ser rejeitada. De ser trocada. Não queria passar por isso de novo. Queria que as coisas fossem diferentes dessa vez.
 Por que eu não fazia nada certo? Talvez eu não tivesse nascido para viver acompanhada. Meu futuro era viver sozinha. Talvez fosse isso.
 Na verdade eu não deveria culpar o destino de nada. A culpa era toda minha. Só minha. Não sabia agir de modo certo, e se sabia acaba fazendo tudo errado na hora. E o resultado disso eram as ações deles.
 Não podia colocar a culpa na timidez, porque nem sem mostrar o rosto eu fazia certo. Não era clara e acabava não conseguindo falar o que eu queria. Eles entendiam errado, e pronto, tudo caia, e tudo que havia tentado construir se quebrava em questão de segundos.
 Por que sou tão incapaz? Será que chegará o dia em que eu farei tudo certo? Ou será que terá um alguém que irá me compreender? E se for assim, quanto serão necessários até que esse apareça?
 E eu ficava pensando tudo isso nos longos 2 ou 3 minutos que o menino que eu gostava demorava para responder minha mensagem. A margarida nunca ajudava.
 Mas todos esses pensamentos iam embora quando um toque fluia do meu celular, e eu via que era ele me respondendo. Um dia essa insegurança toda iria me matar.
(texto fictício)

36 comentários:

  1. Ah, quantas vezes eu já não me peguei pensativa por uma simples for que disse que ele "mal me queria", ou "bem me queria"? Lindo texto.
    www.dai-sies.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Laura, saudades de você! ♥. Esse texto simplesmente me descreveu, porque estou passando por algo semelhante. E recentemente também peguei uma flor e a despedacei fazendo-me as mesmas perguntas. E até descobri que Mal me Quer e Bem me Quer em inglês é: He/She loves me. He/She loves me not. O que realmente faz muito sentido. Enfim, adorei o texto. :)

    ACESSO PERMITIDO.♥
    http://www.acessopermitido.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elci, bom te ver por aqui. Que bom que gostou do texto.♥

      Excluir
  3. "Um dia essa insegurança toda vai me matar!"

    (eu não consigo comentar nada a mais! perfeito!)

    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que bom que gostou Joanderson.♥

      Excluir
  4. Oi querida, eu poderia pedir um favor?
    Divulga meu blog? Eu sigo o seu a um tempão, mas o meu é quase invisível... Se puder também me ajudar com a minha meta de 30 seguidores e seguir... Agradeço, se quiser afiliar também kkk
    Beijinhos :3
    http://cute-universe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No momento não estamos divulgando blogs.♥

      Excluir
  5. Eu com 16 anos. Hahaha.
    Muito fofo o texto! Dá pra sentir a angústia da menina cheia de dúvidas naqueles longos minutos... e quando toca o celular tudo passa.
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Essa insegurança, sei bem do que tratou este texto, falou comigo.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Insegurança faz parte da vida. Eu adorei o texto, ele me fez lembrar de algumas coisas que já aconteceram comigo.

    www.semsorte.com

    ResponderExcluir
  8. Ai meu Deus, Laurinha! Que saudades daqui, saudades da maneira como você escreve, e que texto lindo, pior que é desse jeito mesmo, hein!? ♥

    Beijos! • meu blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudades de você por aqui também Amanda. Bem assim mesmo.♥

      Excluir
  9. que texto perfeito Laurinha! amei (:

    www.blogamorarosa.com

    ResponderExcluir
  10. "Talvez ele realmente não me queria. Ou melhor dizendo, mal me queria."

    Simplesmente Lindo <3

    nathalianatth.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Bem sincero o teu texto.
    Mas um dia a insegurança dessa menina vai passar sim, quando ela encontrar a pessoa certa saberá.
    Adorei.
    Beijos
    neversaynever-believe.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Lindo texto, a insegurança é um mal. :)
    http://corujasemasas.blogspot.com.br/
    Beijos! <3

    ResponderExcluir
  13. Bem legal o modo pelo qual você expressa, adorei as palavras os textos a profundidade do qual fez eu imaginar, sou apaixonada por texto que quando leio eu fico viajando na maionese perfeito adorei!

    http://luizacharme.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Hahahaha adorei o texto. A insegurança muitas vezes não nos deixa ver o que está bem na nossa frente, né? O negócio é ignorar ela e seguir seus instintos! :)
    Adorei o blog e tô seguindo. Se quiser dar uma olhadinha no meu seja muito bem vinda!
    Beijão linda! <3

    www.tresestacoes.com

    ResponderExcluir
  15. Laura, você escreve muito bem! As suas palavras são tocantes! Já pensou em reunir todos os seus textos e publicar um livro? Acho que daria sucesso! :)

    Beijos ♥
    elefantemagico.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada flor. Ah poxa, seria um sonho realizado.♥

      Excluir
  16. O texto é bonito mas acho-o demasiado triste!! Fala apenas e só de tristeza,não tem emoções felizes,pelo menos,esta é a minha opinião!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela opinião e pelos comentários flor.♥

      Excluir