28/02/2015

O Teorema Katherine - John Green

 Hoje eu irei falar sobre o quarto livro que leio do autor (resenhas dos outros e relacionados), e o melhor no meu ponto de vista.
 Sinopse: O Teorema Katherine - Após seu mais recente e traumático pé na bunda - o décimo nono de sua ainda jovem vida, todos perpetrados por namoradas de nome Katherine - Colin Singleton resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e o melhor amigo no carona, o ex-criança prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar o fora, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, através da linguagem universal da matemática, o desfecho de qualquer relacionamento antes mesmo que as duas pessoas se conheçam.
 Uma descoberta que vai entrar para a história, vai vingar séculos de injusta vantagem entre Terminantes e Terminados e, enfim, elevará Colin Singleton diretamente ao distinto posto de gênio da humanidade. Também, é claro, vai ajudá-lo a reconquistar sua garota. Ou, pelo menos, é isso o que ele espera.
 Minha opinião: Colin Singleton é um garoto prodígio, que passa o dia todo estudando e sabe várias coisas não muito interessantes. O mais curioso sobre esse garoto é que ele já namorou 19 garotas, todas elas chamadas Katherines, e todas elas terminaram com ele.
 A última, conhecida como K-19 deixou um buraco enorme dentro de seu peito, e Colin estava desesperado, sentindo a falta de sua 19ª Katherine. Ele e seu amigo Hassan, resolvem então fazer uma viagem de carro sem destino, para curar a alma do sofrido Colin. No caminho ele acabam encontrando uma cidadezinha quente e de pessoas caipiras chamada Gutshot.
 A primeira pessoas que eles conhecem é Lindsey, uma garota que mora com sua mãe Hollis em uma mansão cor-de-rosa. Hollis reconhece Colin de um programa de televisão, e chama os garotos para fazerem entrevistas com antigos moradores da cidade por um bom salário. Eles resolvem ficar, e Colin divide seu tempo entre sua vida temporária de verão e seu trabalho na criação de um teorema, onde ele tentará fazer com que uma fórmula matemática representada graficamente mostre quem termina com quem em seus relacionamentos. No meio disso tudo, será que Colin consegue esquecer a Katherine XIX e se apaixonar novamente?
 O começo do livro foi tediosamente chato. Mas, à medida que fui conhecendo mais os personagens e a estória ficando mais familiar comecei a gostar muito do livro.  Além de todas as frases inspiradoras, Colin nos faz rir várias vezes.
 A nota do livro está sendo uma parte complicada. Confesso que as vezes sinto que não sou muito justa em relação a dar notas a livros, até porque o final sempre me influencia muito, e me surpreendi nesse com o final que o John escreveu, e não o não-final como todos os outros. Estou pensando em pedir ajuda ao Colin para criar um teorema pra dar notas aos livros.
 Uma coisa que me intrigou durante a leitura eram os anagramas. Ficava pensando no trabalho que deve ter sido para o tradutor, porque anagrama não se traduz. Lendo por aí descobri que ela teve uma ajudinha de um site, mas mesmo assim, meus sinceros parabéns por esse trabalho à tradutora Renata Pettengill. Sobre o título, muitos falam mal das traduções, mas O Teorema Katherine ficou muito melhor se fosse a tradução literal: Uma Abundância de Katherines.
 Ótima leitura, só é preciso ter paciência no começo. Recomendo.

40 comentários:

  1. Oie Laura..
    Também achei o começo bem chatinho, mas depois percebi que é uma leitura que vale muito a pena. Esse já é um dos meus livros preferidos! xx
    fairiesdancing.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oii, costumo gostar muito dos livros dele, mas me disseram que esse não valia muito a pena, que era meio chatinho... as vezes eles só leram o começo né haha
    Amei seu blog e já estou seguindo, dá uma passadinha no meu
    www.baad-queen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu comecei a ler, e não gostei tanto assim então parei, porque to sem tempo, e preciso terminar com as séries que comecei ( convergente, JV , HP , fallen) é, preciso acabar com essas 4 séries pra ler outro livro kkkk! Mas eu gostei muito da sua resenha, me deu mais vontade de ler esse livro!
    Au revoir, Sarah
    http://the-my-smile.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nossa, nem me diga, to querendo muito ler, só não li ainda porque to lendo outro, mas tenho 5 livros do john aqui, só li dois, falta três, que comprei depois desse livro que to lendo, e depois desse obviamente vai ser os outros dele *-*
    simplesmente adoro ele:D

    XOXO LIWAVESOFFUN ;*

    ResponderExcluir
  5. Já ouvi falar muito do livro claro, mas nunca me interessei. Esses livros que começam meio sem graça e dps nos surpreendem no final dá trabalho pra fazer resenha ahushauh
    fashionemcores.com

    ResponderExcluir
  6. Um dos melhores livros do John #ever <3 Amo esse livro.. Talvez atá mais do que amei A culpa das Estrelas.. E o quê falar de Cidades de Papel?! incrível! Cada livro dele que leio me apaixono mais; Falta Alaska, e os que ele fez em parceria *-* (já quero muito)

    Ah, e... é claro que as pessoas que dizem que os outros livros dele são ruíns nem são LEITORES DE VERDADE u_U E só leem os livros dele por causa da fama de A culpa...

    Beijos Yasmim, vem me visitar?!
    http://myymescritorinha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade vai de opinião pessoal mesmo. Mas tem mesmo muitas pessoas que leem por causa da fama de A Culpa é das Estrelas, mas é bom néh, um modo de expandir a leitura.♥

      Excluir
  7. Tempo esse livro faz tanto tempo, mas ainda não tive coragem de ler. Já até emprestei para o meu melhor amigo (faz muito, ele já leu há muito tempo e gostou) e eu ainda não li, hahaha, não sei porque estou adiando tanto, adorei sua resenha, acho que logo, logo dou uma chance para esse livro.
    Beijos,
    cabanadosanjos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. já ouvi falar muito bem desse livro e já vi comentários negativos também,mas eu gostaria muito de lê-lo.
    Choices

    ResponderExcluir
  9. Oi Laura, eu também já li esse livro divertidíssimo do Tio João Verde (Autor Fod*** pq sim rss)

    Eu sempre fico muito feliz com os livros do Green, só me falta Cidades de Papel! A leitura do teorema foi cercada por risadas gostosas e momentos de muita emoção! Livro incrível!

    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou dele Joanderson.♥

      Excluir
  10. Não sei se você acha, mas todos os livros que eu li do autor sempre começa de um jeito chato, a não ser por " Cidades de Papel " , alias, meu livro preferido. Só estou esperando as minhas aulas voltar e ir pegar esse livro na biblioteca, só por ser do Tio Verde já deixa com vontade de ler ♥

    eieusouamah.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Já li outros livros do autor e, sinceramente, nunca me encantei por nenhum deles. Talvez esse seja realmente interessante. Sua resenha me fez querer dar mais uma chance ao John Green. Adorei seu blog! Se quiser conhecer o meu, escrito por mim e por mais duas amigas, será muito bem-vinda! Beijos.

    www.diariosmolhadoss.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Comecei a ler e ele empacou aqui, fui ler coisas da faculdade e deixei ele pra trás. Mas é bom saber que melhora com o passar das páginas ^^

    Beijos de Luz!!
    Cá do Aquela Princesa

    Sorteio de um domínio .com! Corre e participa!

    ResponderExcluir
  13. Já li esse livro e super amei, cara, a história é muito legal hahaha e um pouco engraçada também.

    dudynhaoliveira.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que tambpem gostou do livro Duda.♥

      Excluir
  14. Eu confesso que também achei o começo chato, mas depois que você se acostuma com o jeito nerd do Colin fica fácil acompanhar e se apaixonar pelo personagem em vários momentos. O amigo dele deixa o livro muito mais engraçado e a Lindsey é uma pessoa super carismática! Eu prefiro O Teorema Katherine muito mais do que Quem é você, Alasca?. Adorei a sua resenha! Beijos e tenha uma ótima semana :D
    Maluquice de Garota
    Facebook
    Twitter

    ResponderExcluir
  15. Nossa li seu texto todo e me arrepiei com essa palavra rebecão de Satã, e tudo começa com a Katherine rsrs nossa mesmo o texto sendo complexo gosto desse estilo amei ler flor
    linda tem post novo, poderia ver?
    magrafelizpensa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Eu tbm quando li comecei a achar chato, mas conforme fui lendo não conseguia mais parar de ler. Tbm gostei bastante do livro.
    Bjos.

    As Coisas Mais Doces | Instagram | Facebook | YouTube

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que também gostou Aline.♥

      Excluir
  17. Eu nunca li nada do John Green, acredita? Pois é, me sinto um ET por isso. Mas o Teorema Katherine é uma leitura que tenho muita vontade de ter a experiência. Não sou muito adepta de narradores masculinos em livros, mas acho que com toda essa teoria maluca a ser desvendada, deve ser muito gostoso de ler.

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Já li 2 livros do John Green e me decepcionei, então não tenho muita vontade de ler outros livros dele. Mas gostei da sua resenha! :)
    http://corujasemasas.blogspot.com.br/
    beijos. <3

    ResponderExcluir
  19. Acho que deve ser angustiante, mas também muito fofo!
    Beijo

    ResponderExcluir
  20. Esse livro é tão injustiçado. Eu amei quando li e é um dos meus favoritos do John.

    Beijos
    www.cidadedascerejas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É meu favorito dele, injustiçado mesmo.♥

      Excluir